Número total de visualizações de página

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Sei de um Lugar


Sei de um Lugar


Conheço um lugar mágico, onde as essências abundam!
Erva-cidreira, alfazema, lavanda, rosmaninho…
aromas que inebriam os sentidos de qualquer Ser vivente,
misturam-se no ar e cheira a Amor.
As paisagens garridas, matizam-se em laivos,
num cenário de sons melodiosos,
suaves como seda,
os riachos murmuram poesia, sussurrando versos
ao leito acolchoado de seixos rolados,
e ao veludo das algas,
Os cardumes, no frenesim da desova, roçam os corpos
em êxtase.
As borboletas, num ritmo estonteante, espalham magia no ar,
acrobaticamente, numa explosão de cor,
imiscuindo-se na essência da paisagem,
voando, rodopiando e voltando a rodopiar,
tantas vezes quanto a vida o desejar,
tantas quantas a felicidade o solicitar…
Na beleza e alegria do rouxinol, do melro, do tentilhão,
transparece a energia do simples,
celebram a vida, e cantam à mãe natureza,
Agradecendo, e retribuindo em melodias
Angelicais,
em suaves e afinadas baladas, que lhes saem da alma,
da sua simples e enorme alma,
como se não houvesse amanhã…
Nessa delicadeza de fluir de sons, de notas doces, afáveis,
esse néctar dos sentidos, que se bebe com a Alma,
reside o segredo da felicidade,
na plenitude serena do Ser,
na simples simplicidade do viver da vida…

Vem comigo mergulhar na fragrância da paisagem que me envolve,
beber do frenesim ao rubro dos peixes,
roçar os corpos nos pastos orvalhados de suor,
vem escutar a escrita do riacho amoroso,
vem comigo a este festim dos sentidos,
embriagar-te com o cheiro da pele suada de prazer,
e enlear as nossas Almas , numa doce alusão musicada
a Vinicius de Moraes…
… “ eu sei que vou-te Amar…
por toda a minha vida eu vou-te Amar…”



José Dimas

Nov_2010

1 comentário:

  1. Uauu...não há o que dizer. Somente sentir e viver!!
    Beijos Poeta
    Nya

    ResponderEliminar