Número total de visualizações de página

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Caminhos de Açucenas.



Caminhos de Açucenas.



Casta, pura, assim te vejo,
com os olhos a brilhar,
mais forte que o teu desejo,
é essa vontade de amar,

Essa vontade de amar,
que te rebenta do Ser,
embriagando o luar,
até nele se envolver.

Eu por vezes estou na Lua,
numa alienação total,
e nem sinto a Alma tua,
desculpa, não é por mal.

Já pensei no que desejo,
quando por lá te encontrar,
quero o carinho do beijo,
que tu tens para me dar.

E gravar no Coração,
quando lá for primavera,
um poema uma canção,
de um futuro á nossa espera.

De um futuro bem risonho,
com realizações plenas,
onde os prados desse sonho,
são caminhos de Açucenas.

José Dimas
2011

Sem comentários:

Enviar um comentário