Número total de visualizações de página

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Reflexos da penumbra



 Reflexos da penumbra

As pessoas julgam outrem
Julgando aquilo que são
Quando olham para um espelho
Sem ser com o Coração

E a coisa que mais irrita
Que mais faz enraivecer
É ver o negro no outro
E em si não conseguir ver

E assim se passa uma vida
Sem chegar a aprender
Julgando dia após dia
Sem nunca se conhecer

Sem nunca se conhecer
Sem nunca se perdoar
Fazendo parte do Todo
Mas querendo-se dissociar

Nunca é tarde pra aprender
A vida é constante lição
Se não conseguirmos ver
Os outros nos alumiarão

Brafma
2011

1 comentário:

  1. Gostei muito e aporveitei para o publicar num grupo criado hoje por mim :" VELHOS SÃO OS TRAPOS"
    Obrigada
    Gostei muito
    @n@m@i@ (de Portugal)

    ResponderEliminar