Número total de visualizações de página

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Palavras


.



Palavras



Escrevo porque ao fazê-lo

Desaparece a sombra das horas,

E dá lugar á Luz

Que em mim formiga,

Transmutando-as em horas

Luminosas,

Plenas de querer, e sentir,

Com toda a energia

Que um Ser pode desejar.

Escrevo, porque da escrita

Nasce o Amor pelas palavras

Até serem palavrinhas,

Até serem mimos e carinhos,

Até serem novamente escrita,

Escrevo, porque enquanto o faço,

Uma parte de mim se envolve na

Dança dos versos,

E outra parte de mim se mistura

Nas palavras rabiscadas,

Como o sal se mistura na sopa,

Condimentando vocábulos

Com um bocadinho do meu Ser,

Da minha essência,

Escrevo,

E quando a sopa de letras

Está pronta,

Saboreio bocadinhos de mim

Que ainda não conhecia,

Uns amargos, outros doces

E outros,

Amargos e doces.



José Dimas

2010

1 comentário:

  1. Poeta, saboreio contigo cada bocadinho da tua escrita, seja ela amarga..doce ou amarga e doce.
    Beijos
    Nya

    ResponderEliminar