Número total de visualizações de página

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Um só Ser



Um só Ser



É Outono,

Ontem já fez frio.

Com uma lufada do cheiro da chuva,

Chegou a mim um pensamento,

De noites frias, e lareiras,

Na primavera do nosso Amor,

Quando as nossas Almas

Se enleavam,

Madrugada fora,

Partilhando sentimentos

Silenciosamente,

No aconchego da carne

Exausta de prazer,

E Tu,

E Eu,

E Elas,

Nos fundíamos

Num só Ser.



José Dimas

2010

2 comentários:

  1. Lindíssimo! Gostei muito dessa parte "na primavera do nosso Amor". O amor também tem estações. Alguns amores não duram nada, outros sobrevivem muitas estações e só há um Amor que perdura a vida toda, em todas as vidas!
    Bjs Nya

    ResponderEliminar
  2. Olá,
    e, o quarto cheirava a incenso e a outros quantos pós... era magia e quimica que exalava de nós...Que poesia, que aconchego de alma e corpo nos dão estas palavras com que consegues descrever o enlace de dois seres que se fundem tão completamente

    ResponderEliminar